Loading...

Sobre a cidade

Florianópolis, carinhosamente chamada de Floripa, desperta o imaginário de quem a visita e por isso é conhecida como Ilha da Magia.

Possui 52% do seu território como área de preservação ambiental, além das 43 praias, o que configura um cenário natural único. São 46 pontos históricos, entre fortalezas, museus e igrejas. Oferece desde a culinária típica com base nos frutos do mar até a altíssima gastronomia, o que resultou na conquista do título da UNESCO como a primeira cidade criativa da gastronomia no Brasil. Natureza, esportes, praias, cultura, entretenimento e gastronomia fazem de Floripa o destino ideal nas quatro estações do ano.

Algumas Rotas Gastronômicas:

Rota Gastronômica da Lagoa da Conceição



Considerada um dos mais belos cartões postais de Florianópolis, a Lagoa da Conceição, além de toda sua beleza natural, é também conhecida como umas das mais ricas Rotas Gastronômicas da Ilha. Foi na Lagoa que surgiu a famosa sequência de camarões, onde a iguaria é servida em três formas de preparo – empanado, alho e óleo e ao bafo. O prato tradicional acompanha também o peixe empanado ao molho de camarão, casquinha de siri e guarnições. Lugar de grande importância natural e histórica, a Lagoa da Conceição é ponto de encontro de jovens, que têm à disposição várias opções de bares, restaurantes e cafés com música ao vivo.

 

Rota Gastronômica do Ribeirão da Ilha


Bairro onde são cultivadas as famosas ostras de Florianópolis e onde estão localizados vários restaurantes especializados em frutos do mar. A pesca foi, por mais de dois séculos, a principal atividade econômica da região. Hoje grande parte da economia local baseia-se no cultivo de ostras. Os moluscos vêm de fazendas marinhas que estão a poucos metros dos restaurantes que compõem a Rota Gastronômica das Ostras e são coletados instantes antes de serem servidos. O Ribeirão da Ilha é o maior produtor de ostras do Brasil e Santa Catarina é responsável por 95% da produção nacional de moluscos bivalves (ostras, mexilhões, berbigões e vieiras) – destino certo para quem quer contemplar um local super charmoso, degustar ostras frescas e preparadas de maneiras típicas. (Fonte: Vivendo Floripa).

 

Rota Gastronômica de Coqueiros


A Via Gastronômica de Coqueiros é uma das melhores opções de gastronomia de Florianópolis. Ao atravessar a Ponte Colombo Machado Salles e seguir cerca de um quilômetro a oeste já aparecem as primeiras opções de bares e restaurantes que se estendem até as praias Itaguaçu e Bom Abrigo. A Via Gastronômica de Coqueiros é conhecida pela sua diversidade gastronômica e lá é possível encontrar a culinária de diversos países do mundo, a começar pela regional, que se estende aos restaurantes da cultura japonesa, peruana, mexicana, árabe, entre outras. Tudo isso emoldurado pela bela paisagem com vista para a Baía de Florianópolis e orla para passeios.

 

Rota Gastronômica do Sol Poente


Os bairros de Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui, em Florianópolis, são duas das mais antigas colônias de pescadores da Ilha de Santa Catarina e receberam uma grande quantidade de imigrantes no passado, principalmente, os açorianos. Ambos possuem ampla variedade de restaurantes e, juntamente com o bairro vizinho Cacupé, formam a chamada “Rota Gastronômica do Sol Poente”, que recebe este nome já que a área é uma das melhores para se admirar o pôr do sol na cidade. Confira nesse post algumas dicas de restaurantes na região. (Fonte: Vivendo Floripa).

Fotos por: Markito e Setur

Passeios

City Tour


Conheça os principais pontos turísticos de Florianópolis e Região realizando um city tour pelo destino. São diversas opções em atividades e passeios que duram de algumas horas a um dia, em que você vivencia lugares paradisíacos, praias famosas, bairros históricos, rica gastronomia e diversos elementos culturais. Esses passeios podem ser realizados de forma privativa, personalizada ou em grupos com guias de turismo.

 

Centro Histórico


Um passeio pelo Centro Histórico de Florianópolis permite conhecer e visitar construções arquitetônicas e históricas, assim como fazer um tour pela Praça XV de Novembro, com as feiras de artesanato e conhecer um pouco da gastronomia ‘manezinha’ presente no Mercado Público Municipal. O Mercado é repleto de bares que servem petiscos típicos como bolinhos de bacalhau e pastéis de camarão. As empresas de receptivo estão aptas a fazer este passeio.

 

Passeio na Costa da Lagoa


A Costa da Lagoa teve toda sua região tombada pelo município como Área de Preservação Cultural. Para chegar até lá, existem apenas duas formas: por meio de barcos ou trilhas. O lugar é considerado um dos últimos redutos da cultura açoriana, com um núcleo de pescadores e rendeiras que ainda vivem como seus antepassados. A Costa da Lagoa possui uma beleza natural única que reúne Mata Atlântica, lagoa e cachoeira. Almoce em um dos restaurantes caseiros localizados na margem da lagoa. Existem passeios públicos de barco que levam aos restaurantes.

 

Trilha do Parque Estadual do Rio Vermelho


O Parque Estadual do Rio Vermelho realiza um trabalho de conscientização ambiental e proporciona momentos de lazer por meio do contato com a natureza. Num percurso de, aproximadamente, um quilômetro de extensão o visitante tem contato com animais silvestres que não têm mais condições de sobreviver na natureza. São 16 viveiros, com cerca de 150 animais silvestres, onde adultos e crianças têm contato direto com a fauna e a flora da região. São mais de 35 espécies catalogadas que podem ser visitadas no local, como macacos, jabutis, aracuãs, araras e papagaios. A trilha é guiada e está aberta ao público de terça a domingo, das 10h às 17h. De terça a sexta as visitas ocorrem a cada 30 minutos, com grupos de até 30 pessoas.

 

Passeio para Fortalezas


Um passeio histórico com legados da guerra e sobre o papel da Ilha de Santa Catarina na ocupação do Brasil Meridional. As fortalezas de Anhatomirim, São José da Ponta Grossa e Ratones foram construídas por portugueses e espanhóis no século XIX para defender a Ilha de ataques vindos pelo mar. Atualmente, as fortalezas são preservadas como Patrimônio Histórico Nacional e estão abertas à visitação. Os passeios são feitos por escunas, que partem dos trapiches localizados na região central da cidade, sob a Ponte Hercílio Luz e da praia de Canasvieiras (Norte da Ilha). No roteiro turístico, paisagens que misturam o antigo, com a beleza paradisíaca da orla da Baía dos golfinhos, suas águas claras e tranquilas que convidam ao mergulho. As visitações são organizadas pelas empresas de passeios marítimos.

 

Ilha do Campeche


A Ilha do Campeche é uma das regiões mais isoladas e preservadas de Florianópolis. A água cristalina, a rica vida marinha e os sítios arqueológicos encantam turistas do país inteiro. Na ilha é possível realizar mergulhos com snorkeling para avistar as espécies aquáticas e também fazer as trilhas guiadas que levam às inscrições rupestres e oficinas líticas. Os visitantes possuem tempo máximo de permanência na ilha. Para chegar é necessário ir de barco.

 

Fotos por: Setur, Silvia Fiori, Mario Costa Jr, Markito e Foto Mundo


Realização
Patrocínio Diamante
Patrocínio Platina
Patrocínio Ouro
Patrocínio - Filmagem
Olimpíada de Simulação - Patrocínio
Olimpíada de Simulação - Espaço RCP
Olimpíada de Simulação - Apoio
Apoio Institucional
Apoio de Mídia Digital
Organização
Agência de Viagens

Secretaria

Info

Luiz Basso Produções e Eventos

Endereço: Av. Bento Gonçalves, 1403 sala 1309
CEP: 90650-002
Porto Alegre/RS 
E-mail: sbmede@luizbasso.com.br

Contato

Email: sbmede@luizbasso.com.br
Fone: (51) 3093-2777 | (51) 3094-2777